Doces Abobrinhas e a flor Azul

A Roberta registrou lindas imagens no dia 26 de abril, inauguração da Chria, veja no post - Chria em Festa  – Blog Doces Abobrinhas.

Pesquei a flor azul (Modelo: Manuela Fernandes – Produção de Moda: DJoo Ferrari) para guardar aqui no Carbono 66 :) ))

Modelo: Manuela Fernandes - Foto: Roberta Vallim Dalsenter

Modelo: Manuela Fernandes, ao fundo Ana Paula (Allez), Graciane e Olivia(Chria)  - Foto: Roberta Vallim Dalsenter

Modelos Agencia DJoo Ferrari.

Modelos DJoo Ferrari com Chris Lindner e a modelo Manuela Fernandes.

Fonte: Doces Abobrinhas 

 

Share

Passeando por aí… Nostra Itália

Meu passeio favorito é o digital,  pelos links que adoro… sim, sim, esses que a gente coloca naquela lista lateral dos blogs ou guarda com carinho nos favoritos…

Adoro passear pelo Urban Retro da blogueira Kristine Larsen (ela adora artesanato e design de interiores)

Em uma dessas visitas me peguei andando pela Itália … Vc vai curtir esse momento… os detalhes o olhar de Kristine.

Visite: Urban Retro

Share

Livros google – Pierre Levy

Pierre Lévy nasceu na Tunísia, tem nacionalidade canadense, diz que tem coração brasileiro, mas é de Paris que espalha suas idéias. Em vez de reclamar ou se preocupar com um futuro apocalíptico dominado por máquinas, Pierre Lévy está interessado como usar essas máquinas para a humanidade, organizar, pensar e agir melhor.

“Ninguém sabe tudo, todo mundo sabe algo. Formar e reformar coletivos inteligentes é a arma do conhecimento.” Fonte

Você pode saber mais sobre as pesquisas, ideias … de Pierre Levy pelos livros:

O que é o virtual?

Cibercultura

TECNOLOGIAS DA INTELIGENCIA, AS: O FUTURO DO PENSAMENTO NA ERA DA …

Faça a busca no Google “Pierre Levy” visualizará em books google mais livros do autor disponíveis em .PDF

Share

Lançamento: Dias de Chuva

Algumas das coisas responsáveis pela ausência da editora deste blog :) ))

Release enviado para a imprensa:

O slogan: “Torça para não precisar. Agradeça se chover”

Criado pela CMM Interativa e desenvolvedores Associados, o sistema para Android “Dias de Chuva” nasceu de uma nova realidade no clima em todo o Estado de Santa Catarina, mas principalmente no Vale do Itajaí.  Nessa região já chove o dobro da média anual histórica, o que leva seus moradores a uma nova rotina de adaptação, especialmente quando essas chuvas levam cheias habituais do rio Itajaí-Açu, além de outras ocorrências como deslizamentos de terra.

Dessa forma, o aplicativo “Dias de Chuva” tem como objetivo colocar ao alcance da mão da pessoa, com uma nova organização,  informações úteis e públicas, com ênfase em contatos importantes (sites,  telefones, informes, etc) , essenciais para dias de chuva.

Nessa primeira versão, estarão disponíveis oito cidades:  Blumenau, Brusque, Gaspar, Indaial, Itajaí, Pomerode, Rio do Sul, Timbó.

Os menus de cada cidade contêm:

- S.O.S – Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Prefeituras,  Mídia.

- URGÊNCIA – Hospitais, prontos-socorros,  Serviços de Emergencia,  funerárias.

- LOCOMOÇÃO – Contato para informações do trânsito urbano e  rodoviário.

- SUPRIMENTOS – Alimentação, energia, água.

- NÍVEL DO RIO – Nível do Rio Itajaí-açu em diversas cidades, com informações do Comitê Itajaí.

- PERFIL – Um perfil de cada cidade, com população, índices, localizações, etc.

- ÓRGÃOS DE APOIO – Órgãos estaduais e entidades de apoio.

- POR DENTRO – Notícias, imagens e vídeos em notícias rápidas pelo Twitter.

- NO HORIZONTE – Índices pluviométricos, clima, temperatura, previsões.

- COLABORE – Espaço para o cidadão participar com opiniões e informes em uma conta no Facebook.

- SOBRE – A equipe, a ideia, o projeto.

Uma das funcionalidades é a função ATUALIZAR DADOS, disponível logo na entrada do sistema e nas cidades, permite que o usuário possa atualizar constantemente as informações das cidades, tendo um sistema sempre atual dentro do seu dispositivo móvel, o que possibilita acesso irrestrito, mesmo quando a conexão de internet seja breve ou comprometida.

Dias de Chuva”, para os criadores do sistema, não são somente dias de cheias, enchentes e enxurradas, mas toda chuva que possa comprometer sua mobilidade dentro do espaço urbano.

Dessa forma, são postos à disposição — como links patrocinados —  empresas de alimentação e entretenimento, que vão garantir a sustentação comercial do projeto, já que o sistema “Dias de Chuva” será sempre fornecido  gratuitamente.

A visão futuro do projeto prevê a inclusão de novas cidades e regiões de Santa Catarina, bem como a disponibilização de versões para outros Estados Brasileiros, formando uma grande rede de informações úteis, para quem já tem consciência de que deve se adaptar aos novos tempos de mudanças climáticas.

Site:
www.diasdechuva.com.br

Market Android
https://market.android.com/details?id=my.diasdechuva

Telefone:
3328.6585

Site:
CMM.art.br

Jornalista responsável
Manoel Fernandes Neto

Share

História Novae: Tatibitate morta

Marcelo Estraviz

Mercados Conversam = Empresas Morrem = A Humanidade Ri

Outro dia meu pedido do Submarino chegou sem o brinde. Tá certo que o CD era ruim, mas brinde é brinde. Liguei e comentei o que aconteceu. O rapaz solícito disse que o Submarino enviaria imediatamente o CD e pedia desculpas pelo ocorrido. Disse pro sujeito que não precisava gastar com uma nova remessa pois perderiam o lucro deles com esse novo envio. Que o CD poderia vir na minha próxima compra, afinal, não tenho pressa pelo CD e compro bastante com eles.

Silêncio do outro lado. 4 segundos de silêncio. Quando eu ia falar alô novamente, o garoto responde : “Não dá. O Submarino enviará o CD imediatamente e pede desculpas pelo ocorrido”. Falei “ok”, ia insistir mas fiquei com pena da cara de interrogação que o sujeito faria novamente e de sua impotência momentânea em frente a uma tela de computador sem aquela opção…

Humanos e máquinas não conversam. Ainda bem. Adoro comprar no Submarino quando tenho o nome do livro na cabeça. Mas se o livro está mais barato na Siciliano, compro lá, of course. Adoro também quando vou na FNAC ou na Cultura e, aí sim, fico olhando títulos, lendo a contra-capa … acabo comprando mais do que deveria e menos do que gostaria. Situações diferentes para prazeres diferentes. E-commerce ? Bull shit. Praticidade. Na hora da divagação consumista o melhor é livraria off line mesmo. Amigo meu já radicalizou e comprou até tapete persa pela Web. Outra amiga não entra nem em bank line. Cada um na sua. O bom é que nós 3 gostamos de um bom chopp.

Leia artigo completo aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Share